Óleo De Copaíba: Propriedades Medicinais e Estéticas

Também conhecida como copaibeira e pau-de-óleo, a copaíba é uma árvore nativa da América Latina e da África Ocidental, muito predominante no Brasil nas regiões amazônicas. O seu nome científico é Copaifera langsdorffii. É uma planta de grande porte, podendo atingir até 40 metros de altura e quatro metros de diâmetro. A copaíba vive cerca de 400 anos, e a extração do óleo de copaíba é feita em árvores com mais de 100 anos sem prejudicá-las.

óleo de copaíba é extraído do tronco da árvore e é usado para fins medicinais nas indústria cosmética e farmacêutica. Pode ser encontrada em farmácias ou lojas de produtos naturais sob forma de cremes, loções, xampus, pomadas e sabonetes. No entanto, a copaíba é mais utilizada em forma de óleo.

Existem vários tipos de óleo de copaíba, sendo que a diferença entre eles está na concentração de princípios ativos, uma vez que os solos e os teores de umidade em cada lugar que a Copaífera multijuga é plantada é diferente, logo a composição da planta também será. A melhor espécie para o consumo é a Copaífera multijuga.

O óleo de Copaíba era bastante utilizado entre os índios brasileiros quando os portugueses chegaram ao Brasil. Tudo indica que o uso deste óleo veio da observação do comportamento de certos animais que, quando feridos, esfregavam-se nos troncos das copaibeiras. Os índios o utilizavam principalmente como cicatrizante e no umbigo de recém-nascidos para evitar o mal-dos-setes-dias.

COMPONENTE PRINCIPAL : BETA- CARYOFILENO (BCP)

O BCP é um canabinóide, assim como o CBD (CannaBiDiol) encontrado na maconha medicinal propiciando os mesmos benefícios medicinais mas sem o efeito psicoativo do THC (TetraHydroCannabinol) presente na maconha, que faz as pessoas se sentirem desorientadas, extremamente relaxadas e famintas.

Utilização

  • Aromaterapia,
  • Ingestão oral,
  • Uso tópico.

Para que serve o óleo de copaíba

óleo de copaíba foi apelidado de “bálsamo da Amazônia” devido às suas qualidades.

A copaíba possui propriedade anti-inflamatória, cicatrizante, antisséptica, antimicrobiana, antitumoral, diurética, laxante e hipotensora. Pode ser útil para:

  • Úlceras no estômago;
  • Caspa;
  • Estimula produção de colágeno,
  • Problemas respiratórios, como tosse, excesso de secreção e bronquite;
  • Gripes e resfriados;
  • Infecções urinárias;
  • Hemorroida;
  • Doenças inflamatórias articulares, como artrite;
  • Prisão de ventre;
  • Potencial antisséptico e antitetânico;
  • Expectorante: a aplicação de quatro gotas de óleo da copaíba misturado com mel ajuda na expectoração;
  • Ajuda a estancar hemorragias.
  • Infecções: fazer gargarejo com o óleo ajuda em inflamações de garganta e de amigdalite. Também é eficaz para infecções genitais e hemorroidas;
  • Antitumoral: capacidade de agir contra as células cancerígenas responsáveis pelo câncer de mama, de próstata e de cólon;

 Uma pesquisa preliminar observou que substâncias sintetizadas no laboratório a partir de componentes isolados do óleo de copaíba apresentaram resultados importantes contra nove linhagens de câncer e contra a tuberculose, inibindo ou matando células doentes. O estudo foi feito por pesquisadores do Instituto de Química (IQ) e do Centro de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

  • Combate reumatismo e dores musculares: fazer massagem com o óleo de copaíba ativa a circulação sanguínea, aliviando dores, reumatismo e inflamações. Também auxilia no tratamento de gota;

Aliado contra a tendinite: Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Sergipe observou que o uso do óleo de copaíba faz com que o tratamento da tendinite tenha resultados melhores. A pesquisa contou com cerca de 80 pacientes, dos 20 aos 40 anos, que foram divididos em três grupos de análise: o grupo controle, tratado com aplicação de ultrassom e exercícios, tratamento fisioterápico convencional; o grupo teste 1, tratado com aplicação de ultrassom com o óleo de copaíba e exercícios; e o grupo teste 2, tratado com massagem com óleo de copaíba e exercícios.

Os pesquisadores constataram que o grupo tratado com ultrassom somado ao óleo de copaíba e exercícios apresentou o melhor resultado (grupo teste 1), sugerindo que o óleo de copaíba aperfeiçoava os efeitos do tratamento.

  • Doenças de pele: por ser anti-inflamatório, quando aplicado sobre a região afetada, auxilia no tratamento de dermatites, urticárias, psoríase, acnes, herpes, feridas, pano branco, eczema, leishmaniose, picadas de insetos e picada de cobra;

Para tratar problemas de pele, uma pequena quantidade de óleo de copaíba deve ser aplicada sobre a região a ser tratada e massageada suavemente até que haja a absorção completa do óleo. É recomendado que esse procedimento seja feita pelo menos 3 vezes ao dia para garantir os melhores resultados. Outra opção de utilização do óleo de copaíba para problemas de pele e articulares é por meio do aquecimento de uma pequena quantidade de óleo, que, quando morno, deve ser passado sobre a área a ser tratada até 2 vezes por dia.

No caso de doenças respiratórias ou urinárias, por exemplo, pode ser recomendada o consumo de cápsulas de copaíba, sendo a dose diária máxima recomendada de 250 gramas por dia.

  • Aromaterapia: O óleo essencial de copaíba já é a muito tempo utilizado na aromaterapia para melhora do humor, além de ajudar a aliviar estresse e ansiedade.
    • Ao ser inalado, os agentes bioquímicos do óleo de copaíba equilibram os níveis de cortisol e permitem um relaxamento mais rápido.

Benefícios Estéticos

Na pele, pode auxiliar na eliminação e redução de cicatrizes, celulites e estrias. Se aplicado em regiões com marcas e manchas, o óleo de copaíba auxilia no clareamento quando misturado com outros óleos vegetais, como o de rosa mosqueta. É um óleo emoliente, auxiliando na hidratação e maciez da pele, além de regenerar o colágeno, melhorando a elasticidade da pele e deixando-a com aspecto firme e jovem.

Nos cabelos ele equilibra a oleosidade, trata micoses, caspas e seborreia do couro cabeludo. Protege os cabelos tingidos e deixa os fios brilhantes e macios.

Também é usado na odontologia, na formulação de material para obturações. A mistura com o óleo de copaíba evita irritações e a proliferação de bactérias.

Lembre-se que, para todas as aplicações, deve ser utilizado o óleo 100% natural e puro, livre de substâncias químicas nocivas à saúde.

Não aplique óleos essenciais puros. Sempre faça a diluição em um óleo vegetal carreador! 

Atente-se que o óleo vegetal e o óleo essencial são diferentes. Os óleos essenciais são substâncias concentradas e devem sempre ser diluídos. ( podendo ser em água, cremes, ou outro óleo vegetal antes de ser usado na pele ou cabelos neste último pode ser diluído no xampu.)

Estudos indicam que em muitos casos concentrações menores de óleos essenciais são mais eficazes, além da diminuição do risco de reações adversas.

Efeitos Colaterais e contraindicações

Precauções: deve ser utilizado com cautela, para evitar dermatites nas pessoas hipersensíveis.

Contraindicado em caso de gravidez ou lactação e em caso de problemas gástricos. É importante que a copaíba principalmente a ingestão seja utilizada conforme orientação do fitoterapeuta ou do médico, pois possui alguns efeitos colaterais quando não utilizada da forma correta, como por exemplo diarreia, vômito e erupções na pele. Alem disso em altas doses apresenta toxicidade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s