COOPERANDO COM O UNIVERSO: Os 3 Elementos Da Cocriação

Há algo que podemos fazer para tornar nossa vida muito mais fácil e, no entanto, não a consideramos a menos que estejamos em apuros, totalmente frustrados ou ao final de nossa proverbial corda. Este processo é tão simples e faz parte do nosso acordo de energia com o Universo, que afirma que a manifestação acontece quando fornecemos a intenção e o Universo fornece a energia para satisfazê-la. Faz parte do nosso acordo cooperativo criar a nossa realidade individual e coletiva e funciona muito bem quando a usamos da maneira correta. Cooperar com o Universo é como criamos o céu na terra e nossa parceria humana / divina para receber todas as bênçãos que fazem parte dela.

Para entender o princípio da cooperação universal, vamos ver a palavra “cooperar”. ‘Co’ significa junto ou com e ‘operar’ significa trabalhar. Cooperar significa trabalhar em conjunto. Pense em você como o motorista do carro e no universo como o volante. Ou você é o copo e o Universo é a água que o preencherá para saciar sua sede. A cooperação com o Universo requer uma conexão para que as peças se encaixem e funcionem juntas, juntamente com a ação que devemos tomar. Um pode existir sem o outro, mas eles não funcionam a menos que estejam conectados e alguém esteja movendo a energia.

Nosso acordo cooperativo é muito simples: fornecemos o recipiente de energia usando nossa intenção, intuição e integração, e o Universo fornece a energia. Parece simples, o que poderia dar errado?

Esta é a parte complicada, o Universo não coopera conosco dizendo-nos o que fazer, dando-nos coisas que não pretendemos ou pedimos, ou consertando qualquer coisa em nosso nome. A cooperação não significa que seremos atendidos sem nossa participação ou que nossa jornada será fácil (ou seja, sentamos e não fazemos nada enquanto o Universo trabalha em nosso nome). A cooperação entre nós e o Universo requer que nós tragamos três elementos para a mesa, para criar uma transição suave entre intenção e manifestação, onde a energia se torna forma.

O primeiro elemento é a nossa intenção, que é o que define o processo de cooperação em movimento. Quando estabelecemos uma intenção, criamos um recipiente de energia que o Universo deve preencher. Essa é uma lei universal e o Universo não tem escolha no assunto. “Se abrirmos o espaço energético para isso, isso acontecerá.”

O segundo elemento é a nossa integração ou a nossa capacidade de tornar o resultado que estamos manifestando em nossas vidas. Este é um produto da nossa frequência energética e vibração, as crenças que temos sobre o que nós merecemos ter, e a realidade que estamos preparados para aceitar por nós mesmos. Podemos ter o que quisermos, desde que possamos criar espaço físico, emocional, mental e energético para isso em nossas vidas.

O terceiro elemento é a intuição, que é o nosso sistema de orientação interior e se conecta ao espírito que nos permite saber o que é certo para nós e o que não é. Nossa intuição nos permite ajustar o processo e garantir que estamos alinhados com todos os aspectos do que estamos criando no corpo, mente, emoções e espírito.

Quando sentimos que o processo não está funcionando ou que as coisas estão “erradas”, é porque não estamos fazendo a nossa parte, ou estamos colocando o Universo em conflito tanto com a energia quanto com a manifestação, e permitindo que ele faça todas as coisas. o trabalho no que é suposto ser responsabilidade compartilhada. Ignoramos a nossa parte no processo, que é criar o recipiente de energia com a nossa intenção e, então, manter a energia se movendo nessa direção. A criação não é um negócio único, é um esforço diário para tomar ação enérgica, manter o foco e aperfeiçoar o processo com a nossa intenção a cada passo do caminho. Ficamos desapontados quando as coisas não se movem com rapidez suficiente, sem perceber que é nos períodos “lentos” que estamos trabalhando em nosso próprio alinhamento e integração e ajustando o resultado.

Não importa para o que estabelecemos intenção, o Universo responderá com a energia para cumpri-lo como nosso parceiro co-criativo. Ele trabalha conosco durante o resto do processo também, mas não faz o trabalho por nós. Nós nos tornamos mestres no processo de criação cooperativa quando nos lembramos que o Universo é nosso parceiro, e não nosso mestre, e que nos vê como infinitamente poderoso, ilimitado e sábio e nos guiará ao longo do caminho, apoiando cada intenção, e fornecendo encorajamento na forma de nos enviar a energia que precisamos para criar nosso próprio céu na terra.

Jennifer Hoffman

Tradução @Interconexão

Se você acha isso útil, compartilhe com outras pessoas.  

À medida que eu me desperto, desperto você.

Eu te desejo paz sobre todas as coisas.


Existem outros artigos relevantes para esse assunto:

UMA DICA DE MANIFESTAÇÃO E ALINHAMENTO

Um comentário sobre “COOPERANDO COM O UNIVERSO: Os 3 Elementos Da Cocriação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s