O que mais você pode conseguir com palavras? Uma ferramenta para Dor

Gary Douglas , fundador da Access Consciousness ™, e canalizador do Access Bars, descobriu algumas ferramentas únicas e inovadoras que podem mudar a experiência da dor dinamicamente.

Embora essas ferramentas envolvam palavras, que podem parecer insuficientes diante da dor, é com as palavras que dizemos e pensamos que criamos nossa realidade e a realidade de nosso corpo.

Como o parceiro de negócios de Douglas, Dr. Dain Heer , diz: “Seu ponto de vista cria sua realidade, e não o contrário”.

Douglas costumava pensar que, curando as dores e doenças das pessoas, é isso que as motivaria a escolher a consciência. Ele descobriu que o oposto é verdadeiro. À medida que as pessoas escolhem a consciência, suas dores e queixas corporais desaparecem, muitas vezes até mesmo sem o trabalho manual do corpo.

Segundo o Access Consciousness ™ nem toda dor que sentimos é nossa. Assim como nem todo pensamento ou julgamento.

Se eu aprendi com a física quântica que palavras tem energia, que essa energia tem influência sobre tudo ao nosso redor, e que milhões e milhões de dados passam por nós diariamente e incessantemente que são processados de maneira inconsciente. ( ou seja, você é influenciado pelo que a pessoa do seu lado está pensando mesmo que você não saiba o que isso é) . Eu estou aberta a acreditar nessa verdade. Algo que Joe Vitale definiu como Vírus de informação no livro Limite-zero que fala sobre o Hooponopono e como Dr.Leen curou um “hospício inteiro” sem atender ninguém.

Nossos corpos são organismos sensoriais. Eles funcionam como os bigodes do gato. É seu trabalho nos dizer o que está acontecendo nos corpos das pessoas ao nosso redor. Como eles podem fazer isso? Eles criam um reflexo em si mesmo, da mesma maneira que outras pessoas refletem coisas sobre nós que temos dificuldade de enxergar em nós mesmos, mas de pronto identificamos e julgamos no outro.

A sugestão do Access é perguntar “A quem isso pertence?”

A dor pode desaparecer rapidamente. Se parecer mais leve, a dor não é sua. Se for embora e retornar, você tomou a decisão de que é seu, mesmo que não seja. Então você pode aplicar a limpeza. Se você é responsável por tudo, você tem o poder de mudar tudo.

Soa inacreditável? Talvez, mas parece que funciona. Existem milhões de pessoas com histórias de resultados imediatos . Não custa nada tentar certo?

Outra sugestão é mudar seu pensamento sobre a dor para chamar de intensidade. Quando você rotula algo como dor, isso funciona como uma espécie de julgamento. Todos os julgamentos impedem que você veja qualquer coisa que não esteja de acordo com eles – o que significa que deixar de sentir dor é dificultado pelo rótulo da dor em si.

Douglas sugere fazer uma pergunta: “Corpo, o que você está tentando me dizer com essa intensidade?”

Como todas as perguntas, essa pergunta é projetada para trazer a consciência, não para lhe dar uma resposta instantânea.

E se o seu corpo, mesmo com dor, for realmente seu amigo e tiver uma mensagem muito importante para você? E se a única maneira de chegar ao seu eu teimoso fosse criando dor? Você poderia pedir desculpas ao seu corpo e pedir que ele lhe enviasse a mensagem de uma forma mais gentil, agora que você está disposto a ouvir!

Outra maneira de lidar com a dor, ou com qualquer condição indesejada, é perguntar: “O que você é apegado sobre isso?”Ou ” como isto está servindo a você ?”desde que você é o criador de tudo o que aparece em sua vida, o bom, o ruim e o feio, você criou a dor também. Deve haver algo sobre isso que você é apegado ou valoriza. Algo que está servindo você. Essa abordagem também é usada no Ho’oponopono e tantas outras ferramentas de consciência.

Tudo na sua vida serve a você de alguma forma. Pode ser apenas algo profundo vindo a superfície para ser finalmente liberado.

Continue fazendo a pergunta até obter a resposta da “mente insana ”. Quando você chega à resposta que é tão louca que te surpreende, é provável que esteja perto do motivo de você ter criado a dor ou a doença.

Você poderia usar a declaração de compensação do Access Consciousness ™ para isso.

Douglas tem uma história de quando se machucou . Ele tropeçou no andar de cima de seu porão com quatro garrafas de champanhe nas mãos e evitou quebrar qualquer um dos Veuve Cliquot. Ele criou, no entanto, muita dor em seu corpo.

A declaração de esclarecimento que ele usou que diminuiu essa dor em cerca de 70% da noite para o dia foi: “Qual a capacidade que eu não estou reconhecendo que está se atualizando como essa dor em meu corpo?” Seguida pelo resto da declaração de esclarecimento. Ele disse isso para si mesmo uma e outra vez a noite toda para criar esse resultado.

Será que seus pontos de vista fixos estão sendo refletidos na falta de flexibilidade em seus corpos?

E se fosse possível fazer uma escolha diferente sobre a dor de todos os tipos? Você estaria disposto a ir na aventura da consciência que a dor está convidando você a fazer?

À medida que eu me desperto, desperto você.

Eu te desejo paz sobre todas as coisas.

Início |Fórmula da cocriação |@Interconexão | Ferramentas Quânticas/Produtos|Curso Constelação Quântica |Curso de Numerologia online |Criar e Vender |


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s